Como escrever bem para o Twitter – Parte I