No mundo corporativo, o ódio não tem vez